Gerenciar projetos sem atrasos: o segredo dos métodos para ganhar eficiência

Deseja rapidez e qualidade ao gerenciar projetos na área de TI? Conheça as metodologias ágeis que fazem a diferença no desenvolvimento de softwares.

Se você deseja rapidez e qualidade ao gerenciar projetos na área de TI, deve conhecer as metodologias ágeis que fazem a diferença no desenvolvimento de softwares. 

Os profissionais de tecnologia da informação (TI) compartilham o mesmo obstáculo: o tempo, ou melhor, a escassez dele. A complexa missão de desenvolver, integrar e implementar os serviços de um software bate de frente com os prazosDe modo a conquistar agilidade sem perder qualidade, diversas metodologias foram desenvolvidas, destacando-se duas delas.

Scrum: pessoas em vez de processos

Jeff Sutherland elaborou uma estrutura para se enquadrar nos valores do Manifesto Ágil, documento assinado em 2001 por ele e mais 16 líderes de desenvolvimento de software que deu origem à expressão “metodologia ágil”.  

Essa metodologia prioriza pessoas em vez de processos; produtos que realmente funcionam em vez de documentação dizendo como o produto deveria funcionar; trabalhar com os clientes em vez de negociar com eles; e responder às mudanças em vez de seguir um plano. 

O Scrum apresenta técnicas para a tomada de decisões em equipe e orienta os adeptos a estabelecerem prioridades, a identificarem as necessidades da empresa e o nível de produtividade das equipes. Além de oferecer transparência nos procedimentos, sua estrutura pode ser personalizada com as práticas e os valores da empresa. 

Sua elaboração visa aos trabalhos complexos em que é impossível prever tudo o que pode acontecer. Assim, ociclos de feedback constituem o núcleo dessa técnica de gerenciamento – discussões diárias sobre o status do projeto e reuniões frequentes para monitorar o progresso são parte fundamental de seu esqueleto.  

Kanban: produtividade sem falhas 

Criado por Taiichi Ohno, o Kanban integra o chamado de Sistema Toyota de Produção: ele permite a medição da produtividade por meio do preenchimento de cartões (post-its) de acordo com cada etapa do processo. A junção dessas informações forma um diagrama de leitura fácil e direta. No e-Kanban, que se integra a diversos sistemas ERP (Enterprise Resource Planning), a atualização é imediata, reduzindo-se, ainda, problemas como a perda de cartões. 

Disciplina, estabilidade e padronização são os requisitos imprescindíveis do Kanban. 

Amplamente utilizado em linhas de produção, o Kanban evita falhas, e, quando elas ocorrem, a detecção é facilitada, o que permite a rápida correção. É a cultura de melhoria contínua.

Metodologias ágeis na prática 

Nada melhor do que entender a teoria analisando um caso de sucesso. Gerenciar projetos de TI é a rotina do Grupo Viceri, que emprega um mix de Scrum e Kanban. “Essas metodologias ágeis se complementam”, diz Cristian Arrano Townsend, diretor de novos negócios da empresa. “Utilizamos cada uma para determinado projeto: na área de desenvolvimento de software – um conjunto de atividades com começo, meio e fim –, adotamos o Scrum. Já o Kanban vem para a sustentação de ambientes”, exemplifica.  

Essas metodologias ágeis focam a rapidez dos processos, mas vão além. Segundo Townsend, os benefícios delas nos processos de TI são: 

  • Entrega rápida do software 
  • Entrega contínua de valor  
  • Alta qualidade do software 
  • Engajamento do time 

Em relação ao último item, o diretor do Grupo Viceri reforça: “As metodologias ágeis prezam pelo ser humano – pelo engajamento da pessoa e do time. Elas orientam e propõem que o cliente esteja próximo do time, e essa aproximação é crucial para o projeto, pois assim é possível ter uma visão do que está em andamento de forma rápida”.  

As metodologias ágeis são aplicadas com atenção contínua em cada etapa por meio de análises de alternativas de melhoria e otimização. 

Se você busca gerenciar projetos de TI e desenvolver softwares de forma mais fluida e ágil, estude cada metodologia e monte a combinação mais apropriada para turbinar os projetos de sua empresa.  

Referências Bibliográficas 

  • KNIBERG, Henrik, & SKARIN, Mattias. Kanban e Scrum: Obtendo o Melhor de Ambos. Portal InfoQ.com 
  • SUTHERLAND, Jeff. Scrum: A Arte de Fazer Dobro do Trabalho na Metade do Tempo. São Paulo: Leya, 2014 

 

0 Gestei
0 Não gostei