Gestão de viagens corporativas sem erros

Aprenda a reconhecer as falhas que sabotam a eficiência da gestão de viagens corporativas e faça valer a política organizacional 

supervisor de equipe de vendas externas tem a difícil missão de equalizar controle orçamentário redução de gastos das viagens corporativas com a máxima eficiência dos funcionários em campo. a gestão de pessoas vem ganhando tanto destaque em função de sua complexidade que virou, inclusive, tema de especialização em curso oferecido pelo Senac. Assim, a eficiência na gestão de viagens corporativas depende, especialmente, do fator humanoFaça um raio X de sua atuação a fim de detectar os problemas que podem estar interferindo em sua produtividade e conheça a solução para cada um.

PROBLEMA: Perco muito tempo acompanhando o passo a passo dos colaboradores. Como imprevistos fazem parte dessa rotina, o monitoramento constante pode sugar toda a atenção do supervisor, engessando sua ação. 

SOLUÇÃO: Em vez de remediar, antecipe-se com planejamento, a primeira das seis práticas para a eficiente gestão de viagens corporativas; conheça mais práticas aqui. 


PROBLEMA: Nunca tenho tempo de conversar com a equipe. A comunicação ativa é regra de ouro na gestão de viagens corporativas, como este post explica.

SOLUÇÃO: Se a comunicação é prioridade, ganhe tempo automatizando outras tarefas. As ferramentas digitais substituem com precisão e agilidade os processos manuais, a exemplo do relatório de despesas com viagem conheça o Portal RDV clicando aqui.


PROBLEMA: O planejamento é perfeito, mas não sai do papel. O planejamento estratégico existe, mas a equipe conhece suas diretrizes de modo a praticá-las? 

SOLUÇÃO: Compartilhe o plano de voo com o time de forma clara e aberta a sugestões, o que cria envolvimento com a causa e gera motivação – todos se sentem parte da gestão de viagens corporativas.


PROBLEMA: Tenho de lidar frequentemente com despesas indevidas e fraudes. Aqui existem duas questões. Será que a Política de Viagens Corporativas está bem detalhada? O segundo ponto está no momento em que se detectam os gastos indevidos e as fraudes, geralmente só durante a produção do relatório de despesas.

SOLUÇÃO: Crie uma eficiente Política de Viagens Corporativas, aqui explicamos como, e incentive o cumprimento dessas regras. Investir em tecnologia também ajuda a reduzir fraudes (e a papelada) – o Portal RDV, por exemplo, permite o tracking em tempo real dos gastos do colaborador.


PROBLEMA: A Política de Viagens Corporativas não bate com a cultura organizacional. As Políticas de Viagens Corporativas de outras entidades podem servir de modelo, porém a fórmula não é genérica. 

SOLUÇÃO: Adapte o documento ao perfil de sua empresa. O manual deve seguir e respeitar a cultura organizacional, ou seja, é uma fórmula única de gestão de viagens corporativas.

Referências Bibliográficas 

 

0 Gestei
0 Não gostei